PS: Qualquer evento taurino cancelado sem aviso prévio pelos seus organizadores, não é responsabilidade nossa a continuação da sua divulgação aqui na Agenda Taurina da "Festa Brava no Ribatejo".

quinta-feira, 19 de novembro de 2020

Azambuja- Tertúlia “Festa Brava" não nomeia ”Triunfadores da Temporada 2020”

 Por esta altura deveria a Tertúlia estar a divulgar os nomes daqueles que, em nosso entender, teriam sido os “Triunfadores” da temporada finda, por sinal e por força das circunstâncias, precisamente na Praça de Toiros de Azambuja, em 25 de Outubro pretérito.

Foi o final de uma temporada em quase tudo díspar daquelas a que sempre assistimos.  Um número exíguo de festejos teve como consequência a muito parca participação dos ganadeiros de bravo bem como dos cavaleiros e matadores, grupos de forcados, bandarilheiros e todos quantos têm a sua vida intimamente ligada à paixão que é o espectáculo Tauromáquico.

A maioria das nossas Praças de Toiros não abriu sequer as suas portas.  Algumas por impossibilidade prática de assegurar as medidas sanitárias exigidas.  Outras simplesmente porque os seus detentores não foram capazes de algo que é inerente à actividade de qualquer empresário, seja ele do que for.  Assumir o risco do negócio.

Aqueles que o fizeram a aficion ficará sempre reconhecidamente grata.  Como grata ficará aos ganadeiros, toureiros e forcados que, não obstante todas as dificuldades e prejuízos a vários níveis, que as circunstâncias imposeram, não se abstiveram de dizer “presente”.

E foi por isto que esta temporada foi extremamente importante. Permitiu, de algum modo, ajuizar o grau de aficion e empenho de muitos dos que integram o “mundillo” taurino nacional, nas suas diversas facetas.

Para além disso, o ter havido temporada taurina foi, por si só, uma afirmação clara da resiliência e tenacidade da “gente do toiro”, face a todos os nossos inimigos e detractores e face à adversidade. Foi uma temporada “atípica” diz-se em tudo o que se vem escrevendo e com razão. No entanto, foi igual às demais na empenhada entrega do público que, mau grado as circunstâncias, acorreu aos espectáculos realizados, em número capaz de esgotar as lotações permitidas ou de tal se abeirar.

As excepções, poucas, foram as determinadas pela manifesta falta de interesse do “cartel” anunciado. E é assim que deve ser!  Os empresários têm de o compreender.

Dito isto, é indubitável que esta temporada não espelhou a realidade da nossa tauromaquia neste ano que se aproxima do seu fim, não sendo assim legítimo destacar este ou aquele como triunfador.

Nestes termos, entendeu a Direcção da Tertúlia “Festa Brava, não atribuir os seus habituais troféus de” Triunfadores da Temporada”.

Acresce que, ainda que o fizéssemos seria de todo impossível a realização do jantar que normalmente organizamos para a entrega destes prémios, dada a situação pandemica nacional e em particular a do concelho de Azambuja, já que tal evento congrega, habitualmente, cerca de 120 pessoas. Para o ano será!

Saudações taurinas

Pela Direcção

Rui Casqueiro Haderer

terça-feira, 17 de novembro de 2020

Os melhores momentos "possíveis" da Temporada 2020 por Luís Miguel Sacôto

Moita- Aula Prática de Toureio no dia 8 de Fevereiro

Moita- II Aula Prática de Toureio no dia 15 de Fevereiro

Santo Estêvão- Passagem de Vacas no dia 22 de Fevereiro

Ganadaria Fernando Palha- Ferra no dia 24 de Fevereiro

Cória(Espanha)-Concurso de Recortadores no dia 1 de Agosto

Moita- Comemorações em Hª de Nª Srª da Boa Viagem

Moita- Exposição Fotográfica "Os Toiros estão na Rua"

Moita- Corrida de Toiros no dia 15 de Setembro

Moita- Corrida de Toiros no dia 16 de Setembro

Moita- Corrida de Toiros no dia 17 de Setembro

Vila Franca de Xira- Novilhada Popular no dia 5 de Outubro

Ganadaria "Herdade de Camarate"- Campo Bravo

Moita- Novilhada Popular no dia 25 de Outubro

Alcochete apresenta moção contra a proibição de menores de idade na Tauromaquia

domingo, 15 de novembro de 2020

Observador- "O touro bravo não é um boi" de Florbela Fernandes

 "O touro bravo só existe, porque a tauromaquia existe. O touro bravo só será touro bravo, enquanto a sua dimensão cultural existir. O fim dessa dimensão cultural decretará a extinção do touro bravo.

...

E, sim, aprendi que o touro bravo não é um boi, nem é um animal de estimação, nem é um animal doméstico ou selvagem. É um animal livre, bravo e nobre, que tem uma função onde a ecologia e a cultura se fundem, naquilo que é a defesa da sua preservação e salvaguarda."

Clica na imagem para leres o artigo completo

Azambuja- Presidente da Junta de Freguesia Inês Louro (PS) ameaça António Costa e PS com Tribunal constitucional

 

"Sou Presidente de Junta eleita pelo partido que se encontra no Governo. Tal facto não me turva o pensamento e jamais me condicionará a minha liberdade de expressão, simplesmente porque estou num partido livre e plural.

Por isso, permita-me Sr. Primeiro Ministro António Costa, enquanto Presidente de Junta de Freguesia de Azambuja (terra simpaticamente tauromáquica) e enquanto Azambujense que lhe diga que não se negoceiam Orçamentos de Estado vendendo as nossas raízes, tradições e identidade. Porque isso é a mesma coisa que perdermos personalidade.

Compreendo, talvez seja das que melhor compreenda, o quanto esta fase tem sido desgastante para todos, o quanto seria importante ter um Orçamento de Estado para 2021 para combater a pandemia. Mas não vale tudo! 

Ao vedar a entrada a menores de 16 anos nas touradas, está a vedar a opção de os mesmos fazerem uma escolha e serem ou não educados segundo a nossa identidade cultural. Sim porque Tauromaquia é Cultura! E eu não vejo mais nenhuma restrição cultural a menores de 16.

Sr. Primeiro Ministro, como diz o nosso fado “ ... até que a voz me doa” não aceitarei este atentado à identidade da Freguesia a que presido e falo apenas em nome de Azambuja. Se necessário, recorrerei ao Tribunal Constitucional ... até que a voz me doa."

Fonte: Facebook de Inês Louro

Beja- Presidente de Junta de Freguesia de Beringel (PS) ameaça entregar cartão de militante caso menores sejam proibidos assistir a espectáculos tauromáquicos

 

Caro António Costa,

Como militante do Partido Socialista nunca poderei aceitar que no próximo ano, ou que alguma vez, os espectáculos tauromáquicos possam deixar de ter menores a participar e a assistir nas bancadas.

Essa proposta que foi recentemente avançada pelo PAN, no âmbito das negociações do Orçamento do Estado para 2021, e que visa alterar a legislação no primeiro trimestre de 2021 poderá a vir a ser aceite por este Governo liderado pelo Senhor.

Sou militante do Partido Socialista (PS) há cerca de 20 anos, por ser um partido que defende o estado social e as liberdades. 

Para o PS, a liberdade foi sempre o elemento essencial do combate por uma sociedade mais solidária, justa e fraterna, mais igualitária e coesa; e o pluralismo das ideias e das opiniões foi sempre a marca característica, não só do seu funcionamento e da sua ação como partido, como também do projecto que concebe para a organização política e social de Portugal e da União Europeia.

Se esta alteração à lei for para a frente, considero que estão a interferir na minha liberdade de educar o meu filho com os ensinamentos que recebi do meu Pai e do meu Avô.

Em 1978, com apenas 5 anos, assisti pela primeira vez a uma corrida de toiros pela mão do meu Pai e do meu Avô em Alcácer do Sal… desde então que me considero aficionado. Com 15 anos integrei um Grupo de Forcados Juvenis em Vila Franca de Xira. Com este meu passado não me considero violento, inculto, ou um mau exemplo para a sociedade, pelo contrário, se neste momento exerço funções de presidente de Junta de Freguesia é porque as pessoas que vivem na minha freguesia me consideram como alguém com capacidade para gerir os destinos da mesma.

Não posso aceitar esta pretensão do PAN, partido que ignora tudo o que não seja a sua realidade urbano-depressiva, maltratam o mundo rural, não conhecem o que é a vida no campo e desconhecem a importância da tauromaquia e todas as atividades relacionadas, na economia das regiões do interior. 

Hoje alguém me dizia que a nossa vida não são só touradas. Pois não, mas para muitos amigos meus as touradas são a sua vida, pois são ganaderos, cavaleiros, bandarilheiros, campinos, empresários, emboladores, fotógrafos, etc… e não podemos deixar estes para trás.

Caro António Costa, o PAN nas legislativas de 2019 obteve 3,32 % dos votos o que equivale a 174.511 votos… não se arrisque a perder muito mais nas próximas eleições, contando obviamente com o meu, e se tal vier a acontecer o meu cartão de militante seguirá nesse mesmo dia para o Largo do Rato, pois jamais me poderei rever numa cultura de autoritarismos e proibições!

Acredito que não aceitará estas medidas apresentadas pelo PAN.

Saudações aficionadas,

Beringel, 5 de Novembro de 2020.

Vitor Morais Besugo

Azambuja- Manifesto Pró Tauromaquia "As Crianças vão aos Toiros..."

sexta-feira, 13 de novembro de 2020

Ciudad Rodrigo(Espanha)- Carnaval del Toro 2021 em risco...

A realização do "Carnaval del Toro 2021" em Ciudad Rodrigo (Espanha) é neste momento uma enorme dúvida, devido à situação de pandemia que o mundo está atravessar, apesar de já ser conhecido o cartaz e a respetiva data, de 12 a 16 de Fevereiro, o Município só tomará a sua decisão nos finais de Dezembro, sendo certa uma coisa, caso seja suspenso, não será realizado este ano, passando para 2022 a próxima edição.

segunda-feira, 2 de novembro de 2020

Recortador Marcel Handro em estado grave após colisão com viatura

"Força Marcel estamos contigo nesta colhida grave..."
O jovem recortador da "Arte Sem Capote" Marcel Handro de 22 anos, sofreu um grave acidente já ao fim do dia deste domingo, na Estrada Municipal 533 (Serralheiras/Palmela), quando uma viatura colidiu com o seu cavalo que montava enquanto passeava. O cavalo do jovem não resistiu aos ferimentos devido ao  forte embate que destruiu a frente da viatura, já Marcel foi transportado em estado grave para Hospital de Santa Maria em Lisboa, tendo sido operado já esta manhã devido a um traumatismo cranioencefálico, sendo as próximas 48 horas decisivas para a evolução do seu estado. Para o local foram mobilizados os Bombeiros Voluntários de Palmela, INEM e GNR que está a investigar as causas do acidente. 

"Tour Y Art"- Artigos Taurinos - 963082832

"Tour Y Art"- Artigos Taurinos - 963082832
::::::::::::::::::::Clica na imagem para mais informação::::::::::::::::::