sexta-feira, 1 de maio de 2015

Azambuja- XVI Mês da Cultura Tauromáquica- 2 de Maio a 1 de Junho

É já dia 2 de Maio que arranca mais uma edição do Mês da Cultura Tauromáquica em Azambuja, numa organização da Câmara Municipal de Azambuja que culminará, como tem sido tradição nos últimos 15 anos, com a realização da Centenária Feira de Maio.

O conjunto de atividades programadas tem inicio com duas propostas da Tertúlia "Festa Brava", neste primeiro sábado de Maio de 2015. O ponto de encontro será o Museu Municipal Sebastião Mateus Arenque, no Centro Cultural Páteo Valverde. Pelas 16h00, será inaugurada uma exposição de arte de temática taurina com trabalhos de pintura e escultura do mestre Rui Fernandes e, no mesmo espaço, às 17h30, lugar à palavra com um colóquio dedicado aos matadores de toiros. Para debater "O atual momento do toureiro a pé em Portugal", com moderação do crítico Maurício do Vale, foram convidados como oradores os 'maestros' Mário Coelho e Nuno Casquinha e o novilheiro Carlos Pimentel.

Refletir e discutir "O papel do cavalo na economia local" é o convite da autarquia para o serão de sexta-feira dia 8, igualmente no Museu Municipal. O painel terá representantes das coudelarias Ortigão Costa e Henrique Abecasis, do "Espírito do Pátio" e do Centro Hípico Lebreiro de Azambuja.
No dia 9 de Maio, as artes plásticas voltam a estar em destaque com a exposição "Percursos VI", da autoria do pintor de César Pires, na galeria da Biblioteca Municipal de Azambuja. A inauguração está marcada para as 16h00, e a mostra poderá ser visitada de 3ª a sábado entre as 10h30 e as 18h30.

Dias 15 e 16 de Maio, as portas do museu voltam a abrir-se à partilha de opiniões e ao confronto de ideias. Sexta-feira, às 21h00, o tema do colóquio organizado pela UTA-União das Tertúlias de Azambuja será precisamente "Tertúlias de Azambuja: do passado ao presente". Sábado, pelas 18h00, a Tertúlia "Festa Brava" anuncia uma palestra pelo Dr. Domingos Xavier intitulada "Em defesa da tradição taurina".

No fim-de-semana seguinte, o XVI Mês da Cultura Tauromáquica sai para as ruas e para o campo com um conjunto de atividades da Associação Cultural "A Poisada do Campino". Sexta 22, às 22h00, a Várzea do Valverde recebe a primeira largada de toiros recolhidos a cavalo. No dia seguinte, sábado, as ruas enchem-se, a partir das 10h00, para o tradicional desfile de campinos conduzindo cabrestos, ainda com a participação de muitos cavaleiros e amazonas. Seguem-se as atividades habituais na manga: a prova de Condução de Cabrestos; a prova de Condução do Boi da Guia; e a Prova de Campo para campinos e amadores. Às 18h00, ainda na Várzea, realiza-se mais uma largada de toiros recolhidos a cavalo. O serão deste dia 23 completa-se com a colaboração da "UTA" que organiza, no Largo do Município, uma largada de toiro à corda, pelas 21h30, e um espetáculo de Sevilhanas, às 23h00; terminando essa noite tertuliana em convívio num dos bares da vila de Azambuja.

Na aproximação aos dias das grandes emoções, outro espaço nobre se enche de arte e se abre ao público. Quarta-feira, 27 de Maio, às 18h00, inaugura na Galeria Maria Cristina Correia (junto ao Jardim Urbano) uma exposição de escultura da autoria de João Paulo da Fonseca e Sousa. A mostra intitula-se "Gadus materia".

E chegados ao final do mês,... aí estará mais uma edição da Centenária Feira de Maio, a encerrar em grande o XVI Mês da Cultura Tauromáquica!
De 28 de Maio a 1 de Junho de 2015, renova-se e revive-se a tradição: Azambuja de braços abertos para todos com a feira mais castiça do Ribatejo!
Fonte: Câmara Municipal da Azambuja

Sem comentários:

Enviar um comentário