Samora Correia- Festas em Hª de Nª Srª da Oliveira & Nª Srª de Guadalupe 2017

Samora Correia- Festas em Hª de Nª Srª da Oliveira & Nª Srª de Guadalupe 2017
::::::::::::::::::: Clica na imagem para veres o programa :::::::::::::::::::

sábado, 25 de abril de 2015

Prótoiro emite comunicado sobre declarações anti-taurinas de Nuno Markl e Ricardo Araujo Pereira

Nuno Markl e Ricardo Araújo Pereira surgiram num vídeo de numa campanha da ANIMAL fazendo afirmações demagógicas que promovem falsidades e preconceitos contra a cultura taurina e os milhões de aficionados portugueses. 
A primeira mentira tem que ver com o facto de que os “supostos” apoios milionários à tauromaquia não passarem de uma completa invenção. O próprio Ministério da Agricultura respondeu ao BE, no parlamento português, afirmando categoricamente que “Não existe qualquer apoio que seja atribuído aos touros de lide”, tal como o IAFP, organismo responsável pela atribuição de apoios à agricultura e pescas, invocado pelos antitaurinos como fonte dos “supostos apoios” à tauromaquia, confirmou não existir qualquer programa de apoio à tauromaquia. Nem poderia existir, uma vez que o Ministério da Agricultura não tutela o setor da tauromaquia.   
A Tauromaquia movimenta milhões de portugueses anualmente e é tutelada pela Secretaria da Cultura e, ao contrário do teatro, da música ou do cinema, não recebe um cêntimo do estado central. É a actividade cultural que mais retorno dá às autarquias e a única que se auto-sustenta. Além disso, esta é uma actividade cultural que cria riqueza, emprego e lucro para o estado, através dos impostos diretos e indiretos que gera.
Segunda mentira põe em causa a presença e assistência de menores em touradas: na verdade, toda a presença de menores na prática do toureio é feita dentro dos preceitos da lei. Além do mais, as touradas são parte integrante do património da cultura portuguesa, sendo assim consideradas também pelo Estado português. Logo, cabe ao estado a obrigação constitucional de promover o acesso de todos os cidadãos à cultura, tal como não pode deixar de suceder com as corridas de toiros. Razão pela qual os menores têm todo o direito de aceder à cultura taurina, cabendo ao pais a decisão de que espectáculos culturais frequentam os seus filhos. 
O vídeo desta campanha foi filmado nos estúdios da Rádio Comercial, surgindo o logotipo desta marca no vídeo desta campanha, pelo que esta Federação vai pedir esclarecimentos à Media Capital, empresa detentora desta rádio, sobre o envolvimento desta marca nesta campanha lamentável. Pedimos aos aficionados que entrem no Facebook da Rádio Comercial em www.facebook.com/RadioComercial e deixem o seu protesto, respeitoso, sobre a presença irresponsável desta marca na campanha. 
Lamenta-se que duas figuras públicas venham de uma forma tão leviana, demagógica e irresponsável, promover preconceitos taurofóbicos sobre os milhões de portugueses que vivem e amam livremente a sua cultura. 
PROTOIRO Federação Portuguesa de Tauromaquia

1 comentário:

  1. Vamos bandarilhar o Nuno Markl e Ricardo Araújo Pereira
    numa Praça de Toiros perto de si !!!

    ResponderEliminar