domingo, 19 de abril de 2015

Ganadaria Vaz Monteiro em risco de desaparecer...

"O uro, o Toiro selvagem, está presente no sangue dos Vaz Monteiro e devemos todos resgatá-lo, encontrar uma nova casa e que o seu equilíbrio natural continue. Que este tesouro genético continue a enriquecer Portugal e a Raça Brava de Lide, ou, de contrário, assistiremos impassivos ao desaparecimento da Casta pura mais antiga do mundo ( 1840 ).
A Ganadaria Vaz Monteiro, dada a violação de um direito de herança protegida por lei e pela constituição portuguesa, lança um pedido a todos os aficionados taurinos do mundo, defensores do património genético e amantes do Toiro bravo, para ajudar esta causa, uma vez que é morosa a sua resolução e a obrigação do cumprimento dos direitos atribuídos à Ganadera por via testamentária.
Através de pequena doação, que fica ao seu critério, cada pessoa individualmente pode ajudar a pagar o arrendamento de terras em que a Ganadaria de Raça Pura Portuguesa obterá uma casa nova e assim poderem continuar a prestar a sua bravura, particularidade e riqueza genética no mundo da tauromaquia e biologia.
Não queremos perder este património genético por interesses mundanos e ilegais, em que a ultima vontade do testador e o seu testamento parecem não valer de nada, sendo incumpridos e desrespeitados. Que os toros de lide da casta pura portuguesa sigam aportando bravura, particularidades e riqueza genética no planeta taurino e biológico.
Não deixe desaparecer estes animais únicos no mundo. Um bem haja a todos, obrigado."

Rita Vaz Monteiro Leão Cabreira

4 comentários:

  1. Destruíste um patrimônio agora andas a pedir? Toma vergonha e paga o que deves és uma triste

    ResponderEliminar
  2. a tantos a destruir o patrimonio e agora vem falar da Vaz Monteiro.Primeiro olhem para as vossas casas e depois falem do que se passa em casa dos outros.A inveja e uma coisa muito feia...deixem as pessoas viver .

    ResponderEliminar
  3. Como é que alguém que penso aficionado pode ter um comentário como o anónimo de 20 de Abril às 16:50. Eu na altura vi a noticia e tentei saber, não no facebook pois não tenho conta. Enviei uma serie de e-mails a ganadarias a associações pro-toiro, ministérios e associações veterinárias etc... etc, não tive uma única resposta. Eu não sei se a ganadera tem razão, se ao longo do tempo tomou boas decisões ou más o que para o caso não é importante o importante a retirar é as lutas fratricidas no mundo dos toiros e a falta de visão e organização de todos intervenientes na festa que a continuar assim vai levar a que os movimentos que querem destruir a festa mais ano menos ano o consigam eu não tenho a menor dúvida a continuar a situação actual é o fim das touradas e a maior contribuição é nossa dos aficionados cada um olhando para a sua árvore e não enxergando a floresta.

    ResponderEliminar
  4. Esta mulher não paga dívidas... perdeu o carro e a casa. Usa o toiro para obter fundos para viver.. esta mulher é tudo, menos uma ganadeira!

    ResponderEliminar